Total de visualizações de página

AMIGOS DO BLOG

segunda-feira, 22 de março de 2010

POLÍCIA MILITAR - RJ/2010

Inscrições abertas até dia 17/04/2010.
30 vagas.
Leia atentamente o edital, pois existem muitas restrições, tais como idade, condição física etc.
Informações: www.policiamilitar.rj.gov.br

1. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO (PSICOLOGIA - PSICOLOGIA):

1.1. Psicologia e Criminologia

1.2. Análise Institucional e Produção de Subjetividade

1.3. Clínica e Política

1.4. Psicologia dos Grupos

1.5. Psicodinâmica do Trabalho e Clínica da Atividade

1.6. Estresse, Atividade Policial e Avaliação Psicológica

1.7. Questões Éticas



2. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS (PSICOLOGIA - PSICOLOGIA):

2.1. BAREMBLITT, G.F. Compêndio de análise institucional e outras correntes: teoria e prática. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 1994.

2.2. BARROS, R.B. Grupo: A Afirmação de um Simulacro. Porto Alegre: Salinas/ UFRGS, 2007.

2.3. BATISTA, V.M. O medo na cidade do Rio de Janeiro: dois tempos de uma história. Rio de Janeiro: Revan, 2003.

2.4. CARVALHO, S. Antimanual de Criminologia. Rio de Janeiro: Lumen Júris, 2008.

2.5. CLOT, Y. A função psicológica do trabalho. Petrópolis: Vozes, 2006.

2.6. CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Resolução 007/03 - Manual de Elaboração de Documentos Escritos Produzidos pelo Psicólogo, Decorrentes de Avaliação Psicológica, 2003. Disponível em

2.7. ________________________________ . Resolução 010/05 - Código de Ética Profissional do Psicólogo, 2005. Disponível em

2.8. DEJOURS, C. A loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho. São Paulo: Cortez, 1991.

2.9. DELEUZE, G. Post-scriptum sobre as sociedades de controle. In: Conversações. (pp. 219-226). Rio de Janeiro: Ed. 34, 1992.

2.10. DORNELLES, J.R. O que é crime. São Paulo: Brasiliense,1988.

2.11. FOUCAULT, M. Os Anormais. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

2.12. FOUCAULT, M. Vigiar e Punir. Petrópolis: Vozes, 2005.

2.13. FREUD, S. O Mal Estar da Civilização. In: Obras Completas. Rio de Janeiro: Imago, 1969.

2.14. GOFFMAN, E. Estigma. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.

2.15. GUATTARI, F., ROLNIK, S. Subjetividade e História. In: Micropolíticas: Cartografias do desejo. Petrópolis: Vozes, 1996.

2.16. LIPP, M.E.N. (Org.). Mecanismos Neuropsicofisiológicos do Stress: teoria e aplicações clínicas. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.

2.17. RAUTER, C. Criminologia e Subjetividade no Brasil. Rio de Janeiro: Revan/ Instituto Carioca de Criminologia, 2003.

2.18. WACQUANT, L. As Prisões da Miséria. Rio de Janeiro: Zahar, 1999.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.